Home / Brasil / Mãe “cansada” de críticas de vizinhos sobre educação dos filhos pendura faixa no prédio

Mãe “cansada” de críticas de vizinhos sobre educação dos filhos pendura faixa no prédio

Uma cidadã brasileira, residente em São Gonçalo, no município do Rio de Janeiro, pôs os vizinhos no lugar da forma mais criativa possível, ao pendurar uma faixa, na janela da sua casa, onde ironiza os comentários que vai ouvindo acerca da forma como educa os filhos.

Patrícia Monken, de 38 anos, mãe de uma jovem de 18 anos e de um menino de dois, está cansada que terceiros se intrometam na forma como cria os filhos, principalmente o mais novo, cujo tamanho de cabelo já deu muito que falar pela vizinhança.

“As pessoas metem-se demais. Cansei-me de dizer que o meu filho tem o cabelo grande porque quem manda na minha casa sou eu. As pessoas dizem que é feio, que tem de cortar. Houve até gente que disse que o meu filho ia ser homossexual por causa disso”, contou ao jornal “Extra” da “Globo”.

“Desde que (o meu filho) nasceu, (o cabelo) já tem destino certo. Lá para o final do ano, já vai estar pronto para doação. Vou cortar para doar a crianças que têm cancro”, explicou.

Farta do falatório, Patrícia imprimiu em ponto grande o mesmo que já tinha escrito em panfletos, há uns tempos. Numa faixa branca, Patrícia pede aos vizinhos, entre outras coisas, que não relacionem o choro normal de uma criança com maus-tratos. “É bom que o recado seja entendido”, disse, entre risos.

Segundo a mulher, quando a filha era mais nova, até o Conselho Tutelar (que sinaliza crianças e jovens em risco) chegou a ser acionado por vizinhos. “Até a polícia já veio cá a casa porque a criança estava a ‘chorar demasiado'”, contou.

A faixa, onde esclarece as situações mal-entendidas pelos vizinhos, foi afixada na semana passada e o momento foi partilhado no Youtube. O vídeo já conta com mais de cem mil visualizações e centenas de comentários de outras mães que se reviram na atitude de Patrícia.

Leia a mensagem integral aqui:

“Prezados vizinhos,

Às vezes parece que estou a matar o meu filho, quando na verdade só estou a colocar soro no nariz, cortar as unhas ou limpar os ouvidos do meu bebé. É favor não ligar para o Conselho Tutelar. Quando Deus disse ‘Orai e vigiai’, referia-se à própria vida e não às dos outros. Se quer meter-se na minha vida, faça as coisas direito. Comece por lavar as minhas cuecas, pagar as minhas contas e resolver os meus problemas por mim.

Oferta especial: A cada cinco pacotes de fraldas ‘G’ ou ‘XG’, ganhe o direito de dar um palpite na criação do meu filho. OBS: Se o pacote for jumbo, são dois palpites.

Ass: Patricia Monken”

Fonte: JN

...