Home / Brasil / Temer instala “misturador de voz” no gabinete para evitar gravações

Temer instala “misturador de voz” no gabinete para evitar gravações

O Palácio do Planalto instalou no gabinete do presidente brasileiro Michel Temer um aparelho conhecido como “misturador de voz”, que distorce o conteúdo de uma conversa gravada por telemóvel ou outro tipo de aparelho eletrónico.

A informação foi divulgada pelo portal de notícias da Globo, G1, que explica: o aparelho emite uma frequência sonora que danifica as vozes gravadas na conversa. Quem tenta ouvir a gravação, ouve apenas um ruído e não consegue entender o que foi dito.

Outras unidades do misturador terão sido também instaladas nos gabinetes dos ministros.

A decisão de instalar o aparelho foi tomada porque Temer foi gravado pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS, no Palácio do Jaburu – a residência oficial da Vice-presidência -, o que levou à denúncia contra o Presidente e que tem gerado muita polémica nas esferas políticas do Brasil desde a divulgação das gravações.

Em 2016, houve também a suspeita de que Temer teria sido gravado no gabinete pelo então ministro da Cultura, Marcelo Calero. Entretanto, o ex-ministro admitiu ter gravado uma conversa telefónica com o Presidente.

Agora, quem entra no gabinete presidencial, é obrigado a deixar o telemóvel do lado de fora, para evitar qualquer tipo de gravação. Mas, tendo em conta os últimos episódios, a segurança foi reforçada.

De acordo com a informação adiantada pelo G1, um deputado que usa aparelho auditivo, ao entrar no gabinete de Temer, reclamou por causa de um ruído muito forte. O Presidente não soube explicar ao aliado a origem do som, mas depois Temer foi alertado para o facto de o “misturador de voz” causar interferência também nestes aparelhos.

ZAP

...